Pousadas praias e custos I

Nesse post não escreverei os detalhes mais comuns da península buziana tipo: localização, tamanho, etc. A intenção é dar dicas (suger...



Nesse post não escreverei os detalhes mais comuns da península buziana tipo: localização, tamanho, etc. A intenção é dar dicas (sugerencias) simples diante da variedade de serviços de hospedagem, alimentação, praias...
A pergunta que você tem que fazer a si mesmo é: que tipo de serviço eu quero consumir e a que custo?
Em Búzios, como em qualquer outro lugar, tem serviços profissionais, semi-profissionais e outros. Quem classifica e como se classifica? A nível de autoridades ninguém classifica nada, só tem uma vigilância sanitária em Restaurantes e Pousadas, a nível particular, sua melhor opção é a Guia Quatro Rodas que é a melhor guia turística do Brasil.
Onde me hospedar e por quê?
A variedade de praias é uma das alternativas para escolher a pousada ou hotel.
Se tem preferência por alguma em particular e não tem condução própria ou é uma pessoa que o lazer (diverción) é ficar na praia o dia todo, a lógica é buscar uma pousada próxima a ela.
Se não tem preferência, como escolher? Em Búzios existem dois tipos de praias: com ondas e sem elas, essa é a forma mais fácil de escolher. Se é surfista, Geriba é uma boa escolha, se tem filhos pequenos ou gosta do mar manso, tipo lagoa, João Fernandes ou Ferradura podem ser suas alternativas.
Também uma escolha inteligente pode ser uma hospedagem no centro ou perto dele, próximo a restaurantes, negócios e da balada noturna buziana.
Outro fator a ter em conta é a geografia de Búzios. Muitas pousadas e hotéis estão em ladeiras (cuestas), com vistas e vegetação magníficas; mas como tudo tem seu pró e seu contra, se você tem problemas de motricidade, não será muito cômodo subir escadas ou rampas para chegar a sua habitação diariamente.
A vegetação incomoda? Não, lógico, mais se você está acostumado a viver em uma grande cidade e sobretudo em países não tropicais, a variedade de insetos que vivem nesta vegetação (formigas, besouros, aranhas e seus predadores como lagartixas, camaleões, etc.), provocarão um certo desconforto, apesar de serem inofensivos. Pode parecer ridículo para uns, mas posso garantir, com conhecimento de causa, que esses fatores geralmente são as maiores reclamações dos hóspedes em Búzios. Essas duas coisas, depois de você ter escolhido sua pousada, não poderão ser resolvidas, por mais força de vontade que tenha o pessoal, ninguém levará você no colo (em brazos) ao seu quarto ou passará o dia todo matando insetos ou despejando (echando) as lagartixas.
Tendo mais ou menos uma ideia formada do local e da pousada, a outra variável é: incluindo o quê?
Se é uma pessoa que gosta de estar todo dia na praia, a melhor opção seria meia pensão, sabendo que o habitual aqui é café da manhã (desayuno) até as 10:30 hs., e o jantar (cena) a partir das 20 hs. Mas se seu caso são filhos e comidas com hora marcada, pensaria em all inclusive, porque apesar de ser aparentemente mais custoso inicialmente, posso assegurar que escolhas erradas de restaurantes, farão esse serviço parecer de graça (gratis). Se seu caso não é comida nem horário de comer, uma pousada com um bom servido de café da manhã, soluciona. Leia pousadas,praias e custos II

Veja também

19 comentários